TESTES COGNITIVOS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TESTES COGNITIVOS

Mensagem  Renato O em Sab Jan 05, 2013 6:09 pm

TESTES COGNITIVOS:

AVALIAÇÃO COGNITIVA

MINI EXAME DO ESTADO MENTAL (MEEM)

É o teste mais utilizado para avaliar a função cognitiva por ser rápido (em torno de 10 minutos), de fácil aplicação, não requerendo material específico. Deve ser utilizado como instrumento de rastreio não substituindo uma avaliação mais detalhada, pois, apesar de avaliar vários domínios (orientação temporal, espacial, memória imediata e de evocação, cálculo, linguagem-nomeação, repetição, compreensão, escrita e cópia de desenho) o faz de maneira superficial. Não serve para diagnóstico, mas serve para indicar que funções devem ser melhor investigadas. É um dos poucos testes validados e adaptados para a população brasileira.
Objetivo: é um teste neuropsicológico para avaliação da função cognitiva.
Avaliações dos resultados: Pontuação total = 30 pontos. As notas de corte sugeridas são: Analfabetos = 19. 1 a 3 anos de escolaridade = 23. 4 a 7 anos de escolaridade = 24. > 7 anos de escolaridade = 28.
Providências com os achados/resultados: escores muito associados aos outros testes de função cognitiva sugerem encaminhamento para avaliação neuropsicológica específica.

Orientação espacial (0-5 pontos):
Em que dia estamos?

Ano
Semestre
Mês
Dia
Dia da Semana

Orientação espacial (0-5 pontos):
Onde Estamos?

Estado
Cidade
Bairro
Rua
Local

Repita as palavras (0-3 pontos):

Caneca
Tijolo
Tapete

Cálculo (0-5 pontos):
O senhor faz cálculos?
Sim (vá para a pergunta 4a)
Não (vá para a pergunta 4b)

4a.Se de 100 fossem tirados 7 quanto restaria? E se tirarmos mais 7?
93
86
79
72
65
4b.Soletre a palavra MUNDO de trás pra frente
O
D
N
U
M

Memorização (0-3 pontos):
Peça para o entrevistado repetir as palavras ditas há pouco.

Caneca
Tijolo
Tapete

Linguagem (0-2 pontos):
Mostre um relógio e uma caneta e peça para o entrevistado para nomeá-los.

Relógio
Caneta

Linguagem (1 ponto):
Solicite ao entrevistado que repita a frase:

NEM AQUI, NEM ALI, NEM LÁ.

Linguagem (0-3 pontos):
Siga uma ordem de 3 estágios:

Pegue esse papel com a mão direita.
Dobre-o no meio.
Coloque-o no chão.

Linguagem (1 ponto):

Escreva em um papel: "FECHE OS OLHOS". Peça para o entrevistado ler a ordem e executá-la.

Linguagem (1 ponto):

Peça para o entrevistado escrever uma frase completa. A frase deve ter um sujeito e um objeto e deve ter sentido. Ignore a ortografia.

Linguagem (1 ponto):

Peça ao entrevistado para copiar o seguinte desenho. Verifique se todos os lados estão preservados e se os lados da intersecção formando um quadrilátero. Tremor e rotação podem ser ignorados.





DESENHO DO RELÓGIO
Consiste em solicitar à pessoa idosa que desenhe um mostrador de relógio com números. Em seguida, solicita-se que sejam acrescentados os ponteiros do relógio, de horas e minutos, representando ali um horário específico, por exemplo, 2 horas e 50 minutos.
Objetivo: Teste válido e confiável para rastrear pessoas com lesões cerebrais. Verifica a habilidade visuoconstrutiva ou praxia construcional que é a capacidade de desenhar ou construir a partir de um estímulo (no caso, um comando verbal). Independe da linguagem verbal e por essa razão é considerada uma prova cognitiva não-verbal. A tarefa tende a ser mais complexa e mais abstrata dada sua natureza integradora com input auditivo e output motor e maior necessidade de utilização de memória.
Avaliação dos resultados: Se o paciente desenha um mostrador pequeno, onde não cabem os números, já há evidencia preliminar de uma dificuldade com o planejamento. Na negligência unilateral, os números serão colocados apenas na metade do relógio. Pacientes com disfunção executiva (lesão frontal) podem apresentar dificuldade para colocar os ponteiros.

TESTE DE FLUÊNCIA VERBAL POR CATEGORIAS SEMÂNTICAS
Consiste em solicitar à pessoa idosa que diga o maior número possível de animais
em 1(um) minuto.
Objetivo : verificar declínio cognitivo.
Avaliações dos resultados: É importante verificar como a pessoa idosa utilizou o tempo disponível para a execução da tarefa. Pacientes com demência, além de produzirem escores baixos, tendem a interromper a geração de palavras após 20 segundos do teste. Pacientes deprimidos podem apresentar escores baixos, mas tendem a gerar palavras durante todo o minuto. O escore esperado é de 14 ou 15 animais citados. Providências com os achados/resultados: escores muito baixos associados aos outros testes de função cognitiva sugerem encaminhamento para avaliação neuropsicológica específica.

QUESTIONÁRIO DE PFEFFER (QPAF)
É uma escala de 11 questões aplicada ao acompanhante ou cuidador da pessoa idosa discorrendo sobre a capacidade desse em desempenhar determinadas funções. As respostas seguem um padrão: sim é capaz (0); nunca o fez, mas poderia fazer agora (0); com alguma dificuldade, mas faz (1); nunca fez e teria dificuldade agora (1); necessita de ajuda (2); não é capaz (3). A pontuação de seis ou mais sugere maior dependência. A pontuação máxima é igual a 33 pontos.
Objetivo: Verificar a presença e a severidade de declínio cognitivo por meio da avaliação da funcionalidade e consequentemente da assistência requerida.A combinação do MEEM com o Questionário de Pfeffer indica uma maior especificidade para a medida de declínio cognitivo mais grave. Ainda considerando o viés produzido pela baixa escolaridade nos resultados do MEEM parece ser adequada a associação do QPAF para se obter a confirmação do declínio cognitivo acompanhado de limitações funcionais sugerindo a presença de demência ou outros transtornos associados.
Avaliações dos resultados: quanto mais elevado o escore maior a dependência de
assistência.
Providências com os achados/resultados: escores ≥ 6 associados aos outros testes de função cognitiva alterados sugerem encaminhamento para avaliação neuropsicológica específica.

QUESTIONÁRIO DE PFEFFER

MOSTRE AO INFORMANTE UM CARTÃO COM AS OPÇÕES ABAIXO E LEIA AS PERGUNTAS.
ANOTE A PONTUAÇÃO COMO SEGUE:
SIM É CAPAZ 0
NUNCA O FEZ, MAS PODERIA FAZER AGORA 0
COM ALGUMA DIFICULDADE, MAS FAZ 1
NUNCA FEZ E TERIA DIFICULDADE AGORA 1
NECESSITA DE AJUDA 2
NÃO É CAPAZ 3

1. (PESSOA IDOSA) é capaz de cuidar do seu próprio dinheiro?
2. (PESSOA IDOSA) é capaz de fazer as compras sozinho (por exemplo de comida
e roupa)?
3. (PESSOA IDOSA) é capaz de esquentar água para café ou chá e apagar o fogo?
4. (PESSOA IDOSA) é capaz de preparar comida?
5. (PESSOA IDOSA) é capaz de manter-se a par dos acontecimentos e do que se
passa na vizinhança?
6. (PESSOA IDOSA) é capaz de prestar atenção, entender e discutir um programa
de radio, televisão ou um artigo do jornal?
7. (PESSOA IDOSA) é capaz de lembrar de compromissos e acontecimentos
familiares?
8. (PESSOA IDOSA) é capaz de cuidar de seus próprios medicamentos?
9. (PESSOA IDOSA) é capaz de andar pela vizinhança e encontrar o caminho de
volta para casa?
10. (PESSOA IDOSA) é capaz de cumprimentar seus amigos adequadamente?
11. (PESSOA IDOSA) é capaz de ficar sozinho (a) em casa sem problemas?

REFERÊNCIA: Cadernos de Atenção Básica - ENVELHECIMENTO E SAÚDE DA PESSOA IDOSA - Ministério da Saúde, número 19, Brasília, 2006

Renato O
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum