Manejo da rinite alérgica.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Manejo da rinite alérgica.

Mensagem  Lucas Silva em Sex Dez 07, 2012 9:19 pm

The management of allergic rhinitis involves the following components:
1 - Allergen avoidance ( Tratamento não farmacológico)
2 - Pharmacotherapy

1 - Tratamento não farmacológico


O tratamento não farmacológico da rinite deve seguir os itens abaixo listados:

• Educação e orientação quanto à doença.
• Uso correto das medicações inalatórias e capacidade de distinção entre medicações de manutenção (corticoides intranasais, por exemplo) e de alívio (anti-histamínicos, por exemplo).
• Cessação do tabagismo (deve ser exaustivamente desencorajado).
• Perda de peso (quando indicado) e prevenção do sobrepeso e obesidade.
• Realização de atividades físicas.
• Controle ambiental.
• Reduzir a exposição a fatores desencadeantes de forma individualizada levando em consideração a história do paciente:
- Evitar exposição a ácaros ou alérgenos relacionados.
- Evitar exposição a mofo.
- Evitar tabagismo ativo e passivo.
- Retirar animais domésticos se comprovada sensibilização.
- Evitar odores fortes e exposição ocupacional.
- Evitar locais de poluição atmosférica.

2 - Tratamento farmacológico

The most effective single therapy for patients with persistent and
significant nasal symptoms is a glucocorticoid nasal spray. Other
therapies include oral antihistamines, antihistamine nasal sprays, mast
cell stabilizers (the cromoglycates), leukotriene modifiers, and ipratropium.
In contrast, nasal decongestant sprays and systemic glucocorticoids
should NOT be used for routine treatment of allergic rhinitis. Os descongestionantes tópicos nasais (epinefrina, nafazolina e oximetazolina) quando usados por tempo prolongado podem levar à obstrução nasal por efeito rebote (vasodilatação), causando uma “rinite medicamentosa”. Portanto, para o alívio rápido da obstrução nasal, eles podem ser usados no máximo por cinco dias.

The management of allergic rhinitis in a specific patient is influenced by the frequency and severity of symptoms.

Classificação de gravidade da Rinite Alérgica: (Figura)



Essa classificação é importante porque implica diretamente na conduta terapêutica.

Rinite intermitente leve: Antihistaminico H1 Oral - Loratadina ou Dexclorfeniramina

Rinite intermitente moderada a grave
- Corticóide inalatório nasal - Beclometasona

Rinite persistente leve -
Antihistaminico H1 Oral

Rinite persistente moderada a grave -
Corticóide Tópico nasal
É recomendável o tratamento por pelo menos 60 dias. Reavaliação após uma semana de tratamento. Se necessário adicionar um antihistamínico H1 oral ou curso breve de corticóide oral - 3 a 7 dias.
Reduzem a inflamação da mucosa nasal, levando à melhora da obstrução e prurido, dos espirros, bem como da rinorreia. Seu efeito terapêutico máximo ocorre a partir da segunda semana de utilização. A boa ação sobre a obstrução nasal e melhora do sono aliada à facilidade posológica (uma a duas vezes ao dia) contribuem para a maior adesão ao tratamento.

Tratamento Adjuvante:

- Uso de solução salina (solução fisiológica 0,9%) para lavagem nasal. Têm a capacidade de aliviar a irritação tecidual, umedecer a mucosa e auxiliar na remoção de secreções, aliviando temporariamente a obstrução nasal e melhorando o olfato.
- Uso de descongestionantes nasais - Citado acima no texto.

NÃO são recomendados:

• Dexametasona em gotas nasais
• Injeções intranasais de corticosteroides
• Aplicação intramuscular de corticosteroide de depósito
• Descongestionantes orais

Referências:
Uptodate - Pharmacotherapy of allergic rhinitis
Caderno de atenção básica - Doenças respiratórias Crônicas
Medicina ambulatorial

Lucas Silva

Mensagens : 12
Data de inscrição : 27/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum